Fragrância e Benefícios do Cardamomo

O Cardamomo é uma das especiarias mais usadas e conhecidas da culinária indiana, sendo uma das bases do Garam Masala. É uma especiaria rica em aroma e propriedades terapêuticas, tornando-a uma das mais preciosas. O uso de cardamomo cresceu bastante desde o início do século XIX e, como medicamento, pode ser usado para refrescar a respiração, acalmar infeções e auxiliar a digestão. O óleo essencial e a oleorresina (uma mistura natural de resina e óleo) são usados em perfumes, e na cozinha o cardamomo é usado numa variedade de pratos de pratos principais, sopas, arroz e caril, sobremesas, bebidas e pastelaria.

Origens do Cardamomo

O cardamomo é uma das especiarias mais antigas do mundo. É nativa do oriente originária das florestas dos ghats ocidentais no sul da Índia, onde cresce selvagem. Também cresce no Sri Lanka, na Guatemala, na Indochina e na Tanzânia. Os antigos egípcios mastigavam sementes de cardamomo para limparem os dentes; os gregos e romanos usaram-no como perfume. Os Vikings encontraram o cardamomo em Constantinopla há cerca de mil anos, e introduziram-no na Escandinávia, onde permanece popular até hoje. Os árabes atribuíam-lhe qualidades afrodisíacas (que se apresentam regularmente nas Mil e uma Noites) e os antigos índios consideravam-na uma cura para a obesidade.

Cardamom11Existem duas variedades principais de cardamomo, planta remanescente da família das zingiberáceas (tal como o gengibre e a curcuma). O primeiro conhecido como Ellataria, e comumente referido como cardamomo verde ou verdadeiro, e é originário principalmente da Índia e da Malásia. A variedade Mysore contém níveis mais elevados de cineol e limonene e, portanto, é o Cardamomo mais aromático. As pequenas sementes pegajosas, de cor castanho-escura, estão contidas numa vagem em três filas duplas com cerca de seis sementes em cada fileira. O outro tipo cultivado na Ásia e Austrália faz parte do género Amomum, e tem vários nomes comuns, como cardamomo preto, cardamomo de Java, cardamomo de Bengala, Kravan, cardamomo branco, cardamomo siamês e cardamomo vermelho.

As sementes da fruta cardamomo são perfumadas e picantes, com um sabor alimonado e perfume forte. As vagens têm entre 5 e 20 mm de comprimento, sendo a variedade maior conhecida como “preta”. As vagens são aproximadamente triangulares em seção transversal, oval ou oblíqua. A sua superfície seca é áspera e sulcada, o cardamomo negro contém rugas profundas. A textura da vagem é de papel resistente. As vagens estão disponíveis inteiras, soltas ou moídas, contudo aprecia-se melhor o aroma moendo na hora já que o cardamomo perde o sabor rapidamente.

 

Cultivo do Cardamomo

Como membro da família do gengibre, o cardamomo cresce perenemente e produz vastas estruturas de raiz carnuda conhecidas como rizomas. Geralmente cresce em regiões montanhosas e florestas, tem folhas grandes, flores verdes e brancas com veias roxas, uma fruta comestível, mas ligeiramente amarga e sementes grandes. As plantas são reunidas em outubro-dezembro, antes de amadurecerem, para evitar que as cápsulas se partam durante a secagem. Elas são secas ao sol ou branqueadas com vapores de enxofre.

 

Valor nutricional e terapêutico do cardamomo

O cardamomo é altamente rico em manganês, além de ferro, fibras, cálcio, potássio, fósforo, enxofre, magnésio, vitamina C, vitamina A, zinco, riboflavina, etc. Ele também contém um óleo volátil composto de ácidos acético e fórmico. Esse óleo volátil, representa cerca de 5% da massa da semente e tem propriedades aromáticas e medicinais. Óleos como eugenol, ácido acético, alcanfor, terpinol, borneol, eucaliptol, limoneno, óleo essencial, pineno, sabineno, felandreno, terpineno, linalol, mirceno, etc. também formam uma grande composição do cardamomo. Estes óleos proporcionam propriedades antioxidantes, ajudam a melhorar a digestão, estimulam o metabolismo e desencorajam o crescimento de tumores.

As propriedades do cardamomo são inúmeras e incluem a ação analgésica, antisséptica, anti-inflamatória, anti-helmíntica, digestiva, estimulante, estomáquica, carminativa, purgativa, desintoxicante, emenagoga, diurética, diaforética, expetorante, laxante, tónico mental e sedante.

 

Cardamomo na Ayurveda

Cardamomo – Elettearia cardamomum Elaichi

cardamomoO cardamomo em excesso aumenta o Pitta, atenua o Vata e o Kapha. É um excelente estimulante digestivo, pois estimula o Samana Vayu, que está relacionado com o Chakra Manipura localizado no plexo solar. Desperta o baço, estimula o Agni (fogo digestivo) e remove o Kapha do estômago e dos pulmões. As suas qualidades são Sáttvicas, permitindo abrir e suavizar o fluxo de prana no corpo, proporcionando clareza, estimulando o coração e a mente. Na Ayurveda o cardamomo era conhecido por curar amplamente a tuberculose, distúrbios gastrointestinais e como um antídoto para o veneno de cobras e escorpiões.

É leve, seco, quente e aromático. É um purificador do sangue e da boca, sendo útil na tosse, falta de ar, doenças da garganta, flatulência, vómito, sede, febre, dores de cabeça, doenças do coração, toxemia. Deve ser evitado por mulheres grávidas. Melhora ao fogo digestivo. O chá e o óleo das sementes têm efeitos estimulantes, antioxidante, digestivo, carminativos e expetorante. É adequado para problemas urinários pois possui um efeito diurético. É também carminativo. Uma grama de pó de cardamomo dissolvida em álcool e água produz um efeito mais imediato. Pode também tomar-se juntando as sementes de um grão de cardamomo com água de coco. Para vómitos, para abrir o apetite e recuperar o paladar toma-se 1 gr de pó com mel 2 a 3 vezes ao dia. Tem um aroma mais floral e picante. Acrescenta profundidade a alimentos leves, como o arroz, e equilibra a doçura das sobremesas e a acidez do café. Melhora o caráter do chocolate e complementa a diversidade dos sabores em sopas.

Aroma: O cardamomo tem uma nota amadeirada, um tom cítrico semelhante ao gengibre, e um sabor mentolado/canforado. O cardamomo preto é mais abrupto, as sugestões de eucalipto e cânfora são muito pronunciadas.

Bouquet: picante, quente e aromático.

Sabor: adstringente, doce, picante

Escala de Picante: 2

Acção: VK- P+

Virya: Quente

 

Benefícios e Aplicações no quotidiano

Indian-Green-CardamomEstudos confirmam que o óleo de cardamomo atua como analgésico e anti-espasmódico. O cardamomo tem sido usado na Medicina Ayurvédica, Unani e Chinesa para tratar problemas gastrointestinais como cólicas estomacais, acidez, etc. O óleo de cardamomo ajuda a fortalecer o revestimento de muco no estômago e aumenta a taxa de geração de saliva. O forte revestimento do estômago resulta num aumento do apetite e a geração de saliva ajuda a esfriar o estômago, o que evita a acidez. Conhecem-se os seus benefícios no tratamento da bronquite, resfriados, prisão de ventre, tosse epilepsia, problemas de vesícula biliar, flatulência, dor de cabeça, azia, espasmos intestinais, Síndrome do cólon irritável, problemas de fígado.

O cardamomo tem sido usado para aliviar os seguintes desequilíbrios:

Dentes, gengivas, halitose e desordens orais

O cardamomo é amplamente utilizado no sul da Ásia para combater a cárie dentária, tratar as gengivas e outras doenças da boca. O cardamomo é um dos remédios mais eficazes contra a halitose. Mastigar simplesmente as sementes elimina os maus odores. Também pode ser usado para ajudar a aliviar a dor de garganta e aliviar a rouquidão da voz. O cardamomo deve ser fervido em água, usando-se a decocção para gargarejos.

Digestão

Geralmente, o cardamomo alivia a maior parte dos problemas estomacais. O óleo volátil do cardamomo tem provado acalmar o estômago e os intestinos, tornando o cardamomo uma solução ideal para uma série de problemas digestivos, como obstipação, disenteria, enjoos, falta de apetite, obstipação, indigestão, cólicas, diarreia, dispepsias, gastrites, má absorção, pirose e indigestão. Foi também já constatado a capacidade do cardamomo para combater a Helicobacter Pylori (bactéria associada a úlceras). O cardamomo pode ser usado aromaticamente para aumentar ou estimular o apetite, e também ajuda a acalmar a flatulência e a azia. Para ajudar nos problemas digestivos, pode-se mastigar as sementes, servir as sementes moídas com a comida ou sirva-las numa infusão.

Problemas urinários

Os sul-asiáticos usam as propriedades de alívio do cardamomo para ajudar com o desconforto de libertar as pedras na vesícula e nos rins. Condições médicas do trato urinário, como gonorreia, cistite, nefrite, etc, foram curadas com o uso de cardamomo na dieta. A composição única de óleo essencial do Cardamomo produz um fluxo sanguíneo saudável e uma desintoxicação corporal aprimorada que, por sua vez, permite que o corpo se recomponha das condições decorrentes do funcionamento anormal dos sistemas mencionados.

Depressão e Aromaterapia

Os óleos de cardamomo podem ser adicionados aos banhos como forma de aromaterapia que combate a depressão e reduz o stress. As sementes de cardamomo moídas podem ser transformadas em infusão com benefícios similares.

Prevenção de Cancro

O cardamomo contém IC3 (indol-3-carbinol) e DIM (diindolilmetano). Esses fitoquímicos são conhecidos combatentes do cancro, ajudando a prevenir cancros que respondem a hormonas, como o cancro de mama, cancro de ovário e cancro de próstata. Pesquisas iniciais sugerem que consumir cardamomo regularmente pode ajudar a prevenir essas formas de cancro.

Desintoxicação e Anti-envelhecimento

As toxinas que o corpo liberta como resultado das atividades metabólicas que ocorrem ao longo do dia precisam ser eliminadas do corpo. Se qualquer uma dessas toxinas permanecer no corpo por um tempo considerável elas darão origem a problemas como acúmulo de ácido úrico, envelhecimento prematuro, pedras nos rins, cancro, etc. O cardamomo contém uma abundância de antioxidantes, que protegem o corpo contra o envelhecimento e o stress, além de combater doenças comuns e conflitos corporais, agindo também como um agente desintoxicante que ajuda a libertar as toxinas do organismo.

Tensão alta

Pesquisas anteriores mostram que tomar cardamomo por via oral pode ajudar a reduzir a pressão arterial em pessoas com hipertensão recém-diagnosticada e não tratada. Acredita-se que o cardamomo ajuda a melhorar a circulação sanguínea nos pulmões.

Náuseas e vómitos

Náuseas e vómitos que podem ocorrer após a cirurgia. Pesquisas anteriores mostram que a aplicação de uma mistura de óleos essenciais de gengibre, cardamomo e estragão no pescoço após anestesia e cirurgia pode ajudar a aliviar a náusea e evitar o vómito por até 30 minutos em algumas pessoas. No entanto, o efeito parece variar dependendo do número de medicamentos eméticos que foram administrados durante a anestesia, ou como analgésicos durante e/ou após a cirurgia. Noutra pesquisa, respirar uma mistura de cardamomo, gengibre, hortelã e hortelã-pimenta de uma compressa de gaze após uma pequena cirurgia reduz a náusea e a quantidade de medicamento necessária para controlá-la.

Ajuda na perda de peso

Devido à composição do seu óleo essencial, o cardamomo aumenta a função metabólica do corpo, melhorando a circulação sanguínea e libertando o corpo de toxinas desnecessárias. Todos esses fatores combinados resultam numa taxa de combustão de gordura saudável, fazendo com que o corpo perca peso.

Insónia e ansiedade

Inalar o aroma característico do cardamomo, ou aplicar uma pequena quantidade de óleo de cardamomo ao redor do nariz ajuda a obter um sono saudável, e a inquietação durante a noite. Tem sido altamente eficiente no tratamento de condições de insónia e ansiedade.

Alivia a dor nas articulações

Devido às suas propriedades anti-inflamatórias, o cardamomo é altamente eficiente no alívio da dor muscular e articular. A pesquisa provou que o cardamomo desempenha um papel anti-espasmódico.

Melhora o desejo sexual

Devido às suas propriedades afrodisíacas, acredita-se que o cardamomo elimina problemas como a ejaculação precoce e a impotência. A composição aromática e substância única do cardamomo torna uma opção ideal, de baixo risco para tratar problemas relacionados com desequilíbrios sexuais.

Equilibra o açúcar no sangue

O cardamomo tem-se provado altamente eficiente no controle dos níveis elevados de açúcar no sangue. O alto teor de manganês presente no cardamomo ajuda a equilibrar o nível de açúcar no sangue.

 

Efeitos colaterais do cardamomo

São desconhecidas contraindicações no uso do cardamomo, contudo é aconselhável ser consumido moderadamente por grávidas, mulheres que estejam a amamentar, e pessoas que tenham desenvolvido intolerância. Pessoas que sofrem de cálculos biliares são desaconselhadas a consumir cardamomo inteiro, sendo mais seguro ingeri-lo em pó.

 

Cozinhar com Cardamomo

As vagens podem ser usadas inteiras ou abertas quando cozinhadas. As sementes também podem ser esmagadas e fritas antes de adicionarem os ingredientes principais, com outras especiarias. Mantenha as vagens inteiras até o uso. A casca da vagem tem um sabor neutro e não é geralmente utilizada, conferindo um sabor amargo quando deixada na confecção.

O cardamomo é usado principalmente no Oriente Próximo e Extremo. Surge no Ocidente nos biscoitos “moinho de vento” holandeses e bolos e doces de estilo escandinavo, e em akvavit. Caracteriza o caril, é essencial em pilaus (pratos de arroz) e dá caráter a pratos de lentilhas. O cardamomo é frequentemente incluído em pratos e bebidas indianas doces.

Serve como antídoto para vários alimentos, nomeadamente doces, café, chocolate, chá, arroz, e outros cereais. Através das propriedades do seu óleo, o cardamomo compensa o desequilíbrio digestivo gerando pela ingestão deste tipo de alimentos, tornando a sua assimilação facilitada.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s