VISÃO E AYURVEDA: PARA A CONTEMPLAÇÃO CLARA E EQUILIBRADA DA VIDA

Ter visão é também ter Visão. A capacidade de vermos, observarmos, contemplarmos com clareza, é aquilo que mais facilmente nos ajuda a traçar um objetivo, escolhermos uma direção, palmilharmos um caminho. Afinal os olhos são as janelas da alma.

Na Ayurveda a visão é reconhecida como uma fonte de conexão e aprendizagem, uma porta de entrada para a beleza e inspiração que a Vida proporciona. Os olhos são o lar do Alochaka Pitta, governados pelo Sol, ardentes, e por isso mesmo, altamente sensíveis ao excesso de calor e de secura.

Tomamos naturalmente por garantida a capacidade de ver. A visão é o sentido predominante na nossa observação e vivência quotidiana. Contudo, o nosso estilo de vida atual tende a exacerbar a utilização da visão através do uso constante de dispositivos, computadores e ecrãs de telemóvel que emitem luzes duras e radiação eletromagnética que ferem a vista e encandeiam subtil e constantemente a retina. Além disso passou a ser habitual as pessoas passarem longas horas em frente a um ecrã, colocando-se bastante tensão e pressão no uso dos olhos, o que tem vindo a produzir a uma crescente degeneração da visão na população em geral.

Mimar os olhos com a Ayurveda

Mimar os olhos é fundamental na Ayurveda, tendo por isso sido criados vários medicamentos internos e externos, e também procedimentos para cuidar e prevenir a degeneração da visão. O Netra Tarpanam ou Netra Basti, em que netra significa olho, tarpana significa nutrição, e basti significa retenção de óleo com o propósito de nutrir, tem o propósito de trazer alimento para os olhos.

Durante o netra basti, o ghee medicamentado é liquefeito e após a filtragem, o medicamento é derramado no canto medial do olho fechado até o nível dos cílios. O líquido é mantido no lugar por um limite de pasta de ervas ou barragem, construída ao redor da cavidade ocular. Uma vez cheios de ghee, os olhos devem ser abertos e fechados lentamente. O ghee medicado deve ser mantido por um tempo específico (até 25 minutos) dentro deste limite da pasta de ervas. Podem ser usados o Triphala ghee ou o Brahmi ghee. Este procedimento é altamente eficaz na redução de sintomas como dor e tensão ocular, dores de cabeça recorrentes, olhos secos e problemas de visão. Tem efeitos curativos e preventivos.

Alimentar os olhos

De forma a manterem-se os olhos fortes e bem lubrificados, é importante adicionar alguns alimentos à nossa dieta:

Vegetais de folhas verdes escuras

Os carotenóides luteína e zeaxantina são encontrados principalmente em vegetais de folhas verdes como espinafres, mostarda e couve. Estes atuam como nutrientes importantes para a saúde ocular, uma vez que a mácula, a pequena porção central da retina, apresenta ambos em altas concentrações, além de  desempenharem um papel protetor contra a catarata, degeneração macular relacionada com a idade.

Gemas de ovos

A gema é uma fonte principal de luteína e zeaxantina e também possui um rico suprimento de zinco. Os ovos devem ser ingeridos com a gema pouco cozida, de modo a preservarem-se as proteínas do ovo.

Cenouras

A cenoura é uma rica fonte de betacaroteno, importante para os olhos saudáveis. Comer cenouras cozidas em leite é um remédio ayurvédico clássico para promover a boa visão, especialmente em crianças. Juntar duas cenouras raladas e cozê-las cozidas no leite com uma vagem de cardamomo moída e cinco amêndoas moídas, a serem tomadas diariamente.

Frutos vermelhos | Groselhas, amoras e mirtilos

As antocianinas ou fitoquímicos com propriedades antioxidantes encontradas em frutos como a groselha preta, as amoras pretas e os mirtilos são especialmente bons para os olhos. Alguns estudos mostraram que as antocianinas podem estimular a regeneração da rodopsina, uma proteína na retina que pode ajudar a ver com pouca luz, além de ajudarem aliviar problemas temporários de visão, e prevenir ou aliviar o cansaço visual.

Goiaba

O licopeno – encontrado na goiaba, melancia e tomate – pode ajudar a prevenir a catarata.

Citrinos

Os cítricos são uma rica fonte de vitamina C, um nutriente importante para os olhos saudáveis.

Amêndoas

Um punhado de amêndoas suprirá quase metade da necessidade diária de vitamina E.

Ghee ou manteiga clarificada

Tomar 1-2 colheres de chá de ghee ou manteiga clarificada todos os dias pode ajudar a equilibrar o Pitta e melhorar a visão.

Plantas para os olhos

Na Ayurveda existe uma conexão intrínseca entre a saúde dos olhos, a função do fígado e o Pitta, e, por isso mesmo os remédios gerais usados para reduzir o Pitta podem ser muito úteis, incluindo a Amalaki (Phyllanthus emblica), o rizoma de açafrão (Curcuma longa), a Shatavari (Asparagus racemosa) e  a raiz de bérberis (Berberis spp.). A Triphala, uma fórmula à base de plantas contendo os frutos mirromobalano preto (haritaki), mirobalano belérico (bibhitaki) e groselha indiana (amalaki), pode ser útil para melhorar a visão fraca. A Triphala ghee – ghee feito com triphala, noz de Malabar e margarida falsa (bhringraj) – funciona como um tónico para os olhos e também pode ajudar a tratar a conjuntivite. Também se usa a água de neem para lavar os olhos e tratar a conjuntivite.

Técnicas de relaxamento ocular

Descansar a vista ainda é das melhores formas de a aumentar.  Alguns estudos realizados mostraram que as pessoas mais relaxadas têm tendência a pestanejar mais vezes, humedecendo e lubrificando de forma mais saudável os seus olhos. Existem várias técnicas que proporcionam o relaxamento ocular:

Pestanejar mais vezes

Lembrar-se de pestanejar os olhos para relaxá-los e lubrificá-los. Pestanejar a cada poucas linhas ao ler (num ecrã), ou no mínimo três vezes por página. Em alternativa pode desviar o olhar do livro ou do ecrã periodicamente para pestanejar. Piscar ajuda a relaxar e lubrificar os olhos.

Exposição ao sol

Banhos de sol, ao nascer e pôr do sol, fornecem uma maravilhosa fonte de energia para os olhos, ajudando a aumentar a circulação sanguínea nos olhos. De olhos fechados, queixo erguido, numa confortável postura sentada, voltar-se para o sol e balançar corpo de um lado para o outro por um período de 50 segundos ou 3 minutos. Por outro lado, proteger os olhos do excesso de calor, e da luz solar direta, evitar o cansaço visual e limitar a exposição a monitores de computador e a ecrãs com luz de fundo.

Palmas das mãos

Cobrir os olhos com as palmas das mãos ajuda a reduzir o stresse e a tensão. Sentar-se confortavelmente, cruzar os dedos enquanto suporta a testa. Esfregar as palmas das mãos por alguns segundos para aquecê-las. Colocar delicadamente a mão direita sobre o olho direito e a mão esquerda sobre o olho esquerdo, com o calcanhar da mão na cavidade orbital inferior. Inclinar cada mão em direção ao nariz para que os dedos mindinho e indicador se sobreponham. Manter a sobreposição e colocar as pontas dos dedos na testa superior. Fechar todas as lacunas para filtrar toda a luz. Por estarem no escuro é proporcionado  aos olhos um descanso rápido, mas profundo, que bloqueia a estimulação externa e cuida dos olhos cansados e embaciados. Fazer isto por sete minutos. Adicionar uma gota de óleo essencial de rosa nas mãos e esfregar antes de cobrir os olhos. A rosa que tem um efeito calmante sobre a visão.

Movimento

Mover conscientemente os olhos de um ponto para outro. Fazer pausas regulares para descansar os olhos, sobretudo quando se passam várias horas a trabalhar com o computador. Ou balançar, com os braços estendidos, balançar o corpo da direita para a esquerda lentamente, olhando na direção do movimento do corpo. O balançar ajuda a mudar o foco.

Exercício de vela | Tartaka

O Tartaka é um exercício de observação de uma vela acesa que melhora a concentração e o foco. Sentar-se confortavelmente diante da chama de uma vela colocada a 50 cm. Olhar para a chama até as lágrimas começarem a formarem-se e fechar os olhos. Manter a concentração com os olhos fechados. A imagem da chama pode surgir na mente. Quando a imagem começar a desvanecer, concentrar a atenção no fluxo da respiração e continuar observando a respiração por 7-8 minutos, com os olhos fechados.

Pano fresco

Fechar os olhos e aplicar um pano frio sobre eles. Isto vai acalmar os olhos. Pode ser embebido numa infusão de camomila.

Aplicar água de rosas

Mergulhar uma rodela de algodão numa solução de água de rosas. Deitar-se ou sentar-se e inclinar-se para trás, para que o rosto fique para cima e para trás. Colocar os absorventes saturados com a água de rosas sobre os olhos e descansar por alguns momentos. Também pode usado gel de aloé vera esfriar e acalmar. Tanto a rosa como o aloé vera são refrescantes e ajudam a equilibrar os Pitta nos olhos.

Lavar os olhos todos os dias

De acordo com a prática ayurvédica, os olhos devem ser lavados com água fria pela manhã para remover os resíduos acumulados durante a noite. Lavar os olhos pela manhã com uma infusão filtrada de Triphala churna. Pode ser usado um colírio ou anjana para limpar os olhos que tem um efeito calmante. Salpicar os olhos com água fria ajuda a relaxá-los. Deixar os olhos secarem sozinhos.

Caminhar na natureza

Fazer uma caminhada de apenas 15 minutos, três dias por semana, pode prevenir o glaucoma. O exercício físico moderado – que pode ser de apenas 15 a 20 minutos, três vezes por semana – pode diminuir a pressão e aumentar o fluxo sanguíneo para o nervo óptico e a retina.

Fazer círculos oculares

Colocar uma pequena quantidade de óleo de coco na ponta do dedo mindinho. Circular lentamente a ponta do dedo a partir do sulco ocular interno, sob a sobrancelha ao redor do olho externo e de volta ao olho interno. Evitar puxar ou arrastar a pele. Usar uma pressão leve e firme. Repetir 5 a 10 círculos para cada olho. Usar apenas o óleo necessário para minimizar o atrito na pele. O coco tem ação refrescante, e o movimento circular ajuda a mover a linfa para dentro e para fora da área dos olhos.

Yoga ocular

O yoga também traz benefícios para os olhos, e as posturas de yoga são muito simples. Começar por pestanejar, piscar, colocar as mãos e girar o globo ocular em direções diferentes. Alguns especialistas recomendam o seguinte conjunto de exercícios, semelhante aos exercícios para os olhos: mover os olhos para cima e para baixo sem piscar – pense em olhar para um relógio à sua frente e traçar uma linha entre as 12h e as 6h. Após cerca de 10 repetições deste exercício, esfregar as palmas das mãos e cobrir os olhos para sentir o calor passar. Acompanhar esse momento movendo os globos oculares horizontalmente, das 9h para 3h, e na diagonal, das 2h para 7h e das 11h para 4h. Estes exercícios podem ajudar a aliviar a pressão extra que exercemos sobre os músculos ao olhar para objetos próximos, como um livro ou tela do computador.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s