Em Gratidão 🌟 In Gratitude

Quando observamos as estruturas mundanas, e os aparentes desafios quotidianos cabe-nos a coragem de integrarmos a Simplicidade no Olhar, e a Pureza de Vermos Além dos aspectos superficiais da nossa dimensão humana para redescobrimos na Gratidão o poderoso íman que reconquista o nosso estado de plena Presença 🌟

Através da Gratidão abre-se o Portal da infinita generosidade da Vida, a flor magnânima do Amor incondicional do Universo, que exala e emana para os momentos mais mundanos e pacatos do nosso Dia-a-Dia, a sua sábia e calorosa fragrância, instigando e alentando a Esperança, a Alegria e a Entrega ao seu gentil e aconchegante Abraço 🌟

Chegamos à Gratidão pela humilde Rendição ao Sentir, pela audaz Intenção de nos superarmos, pela tenaz prática da Atenção Plena, pela combustão Luminosa e Consciente dos nossos sabotadores, pela ativação da nossa Intuição e da Sabedoria do Coração 💛

Manifesta-se uma inevitável expansão amorosa, uma graciosa e singular Bênção quando decidimos que a Gratidão é o filtro multicolor através do qual queremos observar e sentir a nossa Vida 🌟

Eu Agradeço pelo Amor de todos os que me rodeiam 🌟
Eu Agradeço-me por me permitir parar e Sentir 🌟
Eu Agradeço-me por me Render, Entregar e Confiar na Vida 🌟
Eu Agradeço-me por Ser Corajosa e enfrentar o meu Auto-questionamento com gentileza 🌟
Eu Agradeço-me por ultrapassar os meus medos e escolher o Amor 🌟
Eu Agradeço-me por questionar a minha inércia 🌟
Eu Agradeço-me por me permitir receber carinho 🌟
Eu Agradeço-me por ousar assumir o meu brilho 🌟
Eu Agradeço-me por Aceitar-me um pouco mais, tal como Eu Sou, todos os dias 🌟
Eu Agradeço-me por me rir das birras do meu ego 🌟
Eu Agradeço-me por escolher incontestavelmente Ser Livre 🌟
Eu Agradeço-me por Ser cada vez mais fiel a mim mesma 🌟
Eu Agradeço-me por libertar-me com brandura da minha auto-exigência 🌟
Eu Agradeço-me por perdoar-me em todos os momentos e situações em gostaria de ter feito melhor 🌟
Eu Agradeço-me por me sentir Merecedora de Ser feliz 🌟
Eu Agradeço-me por me manter em Presença com genuíno Prazer e Alegria 🌟
Eu Agradeço-me por estar disponível para ouvir o meu Coração 🌟
Eu Agradeço-me por cuidar de mim, e assim cuidar do Mundo 🌟
Eu Agradeço-me por validar a minha Intuição 🌟
Eu Agradeço-me por procurar a Transparência e a Autenticidade 🌟
Eu Agradeço-me por manter a minha Mente limpa e fluída 🌟
Eu Agradeço-me por honrar a ligação com a minha Alma e os meus Mestres 🌟
Eu Agradeço por toda a Inspiração que me permite Guiar, Orientar e Abrir o caminho do Coração dos outros 🌟
Eu Agradeço por todas as Bençãos e generosas Graças Divinas de todos os dias 🌟

Michele Pó 🌺

Comparação 🌟 Comparison

A Evolução e a Ascensão são inevitáveis; no Universo tudo progride na Luz e para a Luz, e cada um(a) de nós assinou o contrato espiritual ao Ritmo da nossa Progressão e Realização nesta Vida 🌟

Quem avança devagar na sua senda espiritual tem mais tempo para refletir, integrar e respirar as suas Aprendizagens; quem escolhe progredir mais rápido enfrenta demandas mais intensas, desafios mais obtusos, e jornadas mais penosas porque vêm mais condensadas, e o processo de integração traz com ele rasgos de insights e tomadas de consciência, por vezes, dolorosas 🌟

Tudo o que alcançámos até Agora está certo, correto e ajustado com o Plano Divino traçado pelo nosso Espírito, e flui pelo nosso Bem Maior e Superior a cada instante 🌟

A comparação é uma armadilha do ego, sem sustentabilidade lógica possível, e sem fundamento espiritual, já que os Propósitos individuais de Vida e de Evolução são distintos, e as nossas diferentes riquezas interiores são únicas, singulares e incomparáveis 🌟

Observarmos e sentirmos a Vida sem os ecos e os filtros da memória distorcida e da lente da percepção deturpada ativas permite uma Ligação e uma Contemplação mais pura, correta e genuína da real dimensão dos outros 🌟

Michele Pó 🌺

Evolution and Ascension are inevitable; in the Universe everything progresses from Light and into the Light, and each of us signed the contract to the spiritual rhythm of our progression and realization in this life 🌟

The ones who advances slowly in their spiritual path have more time to reflect, integrate and breathe their learnings; those who choose to progress faster face more intense demands, more obtuse challenges, and most painful journeys because they come more condensed, and the integration process brings with it insights and awakenings, sometimes painful 🌟

All that we have achieved until now is right, correct and adjusted with the Divine Plan outlined by our spirit, and flows for our greater and higher good every moment 🌟

Comparison is a ego trap with no possible logical sustainability, and no spiritual foundation, since the individual Life and Evolution Purposes are distinct, and our different inner riches are unique, singular and incomparable 🌟

To observe and to feel Life without the active echoes of our distorted memory filters and misrepresent perception lens allows a more pure, correct and genuine Connection and Contemplation of the real dimension the others 🌟

Michele Pó 🌺

O nosso Valor 🌟 Our Value

Quanto mais tomamos Consciência do nosso Valor, quanto mais nos priorizamos, mais o nosso Foco e a nossa Vontade são necessariamente testados 🌟

No momento em que decidimos colocar-nos em primeiro lugar na Vida, e assumimos a responsabilidade sobre a Sábia Escolha: “Quanto mais me Amar, mais Amor tenho para oferecer e partilhar com os Outros”, desencadeamos a gentil Observação do Universo, que na sua imensa Sabedoria vem pôr à prova a nossa Intenção e o nosso Compromisso connosco mesmas(os) 🌟

Quanto mais a Sociedade, os media, as pessoas em torno abraçam o cenário que lhes é dado para acreditarem, validarem, nutrirem, e inevitavelmente Co-Criarem, mais Somos convocadas(os) a Serenarmos, a Sentirmos, a entrarmos em Sintonia com a nossa Essência, para que neste alinhamento consciente possamos confirmar a realidade que é verdadeira para nós 🌟

Nós Somos também a nossa própria Sociedade, o nosso próprio Sistema Financeiro, a nossa própria Polícia e Justiça, já que os Valores que condicionaram e espartilharam a nossa Educação ainda direcionam as nossas decisões 🌟

Temos todas(os) que reconquistar a dimensão vibrante e sábia do nosso Valor, e assumirmos a Luz e a forma única e bela de Amor que vimos irradiar e difundir 🌟

Quando a Vida me traz um desafio eu Vejo e Reconheço a Bênção Oculta , mantenho-me fiel a mim mesma, lembrando-me que Eu Sou Luz e Eu Sou mais Forte do que qualquer obstáculo 🌟

Michele Pó 🌺

The more we take consciousness of our value, the more we self priorize, the more our Focus and our Will is necessarily tested 🌟

In the moment we decide to place ourselves first in Life, and assume responsibility for our Wise Choice: “The more I Love myself, more Love I have to offer and share with Others”, we unleash the gentle Observation of the Universe, which in its immense wisdom comes to test our Intention and our Commitment with ourselves 🌟

When Society, the media, people around embrace the scenario they are offered to believe, validate, nurture, and inevitably Co-create and validate, the more we are called to Calm fown, to Feel, to get into tune with our Essence, and this conscious alignment can confirm the reality that is true for us 🌟

We are also our own society, our own financial system, our own Police and Justice, as the Values that conditioned and determined our Education still guide our decisions 🌟

We all have to regain the vibrant dimension and wisdom of our Value, and assume the Light and the unique and beautiful form of Love that we are here to spread and radiate 🌟

When Life brings me a challenge I See and I Recognize the Hidden Blessing, I remain true to myself, reminding me that I am Light and I am stronger than any obstacle 🌟

Michele Pó 🌺

Astrologia como Terapia da Alma 🌟 Astrology as a Soul Therapy

À medida que vamos percorrendo o nosso caminho Astrológico, ele vai revelando por estratos, níveis e camadas, a multidimensionalidade contida em cada um dos Aspecto que o nosso Eu Superior escolheu trazer-nos, como vivência para nos levar à maturação da nossa Consciência e da nossa Vontade 🌟

Mesmo com a compreensão mental plena do significado e da representação teórica das histórias contidas no nosso Mapa Astrológico, de cada dia, semana, mês e ano que passa, elas só ganham Vida, Textura e Corpo quando são sentidas pela Alma 🌟

Quando a complexa geometria sagrada Astrológica toca a Alma, o seu conteúdo iniciático, luminoso e esclarecedor desfaz-se em Sentir, em Compreensão, em energia ressignificada; a Água aquece com a Luz do Entendimento e Realiza a Alquimia que liberta das nossaa moléculas de Água todo o seu peso kármico, e revela as estruturas subtis da Consciência que refazem e curam o nosso ADN com o gentil colo das emoções sanadas 🌟

Uma Lua transmutada torna-se um Portal para o Sol Universal, para a sensação de Paz Interior, para a Abertura ao Mistério da Vida, para o Dharma e a Luz que se quer partilhada 🌟

A nossa Senda encaminha-nos ao encontro do momento Presente, à Magia epifânica do Aqui e Agora, como reconhecimento das Bênçãos Ocultas, da Graças quotidianas, da pura Simplicidade de cada dia. Contudo, para vivenciarmos plenamente o Presente, necessitamos de compreender as Águas do passado, libertar o seu peso e densidade, redimensionarmos a sua importância e integrarmos a sua Sabedoria 🌟

Com essa Liberdade reconquistada ganhamos a Força, a Sensibilidade e a Clareza para Sonharmos, Sentirmos e Projectarmos o Futuro, que desenha-se na Contemplação e Aceitação das Sábias Escolhas do Hoje, que na verdade dão forma à Visão do Amanhã 🌟

A Astrologia é uma ferramenta do Logos Universal. Ela reverbera as histórias das Estrelas e ilustra as dinâmicas propostas para o nosso Crescimento e Evolução pessoal, trazendo-nos para o Agora através da compreensão profunda da sua Linguagem de Luz orientadora, é uma Bússola Celestial para o Entendimento dos nossos Ciclos, dos Tempos internos e externos da nossa Vida Divina e Mundana 🌟

Há que Adorar a Leveza, o Alívio e o Conforto que o seu Conhecimento nos traz 🌟🙏

Michele Pó 🌺

https://micheleposite.wordpress.com/consulta-de-astrologia-intuitiva/

As we pass through our Astrological Path, it will reveal by strata, levels and layers, the multidimensionality contained in each of the Aspect that our Higher Self chose to bring us, to help us experience the maturation of our Consciousness and our Will 🌟

Even with full mental understanding of the meaning and theoretical representation of the stories contained in our Astrological Chart, each day, week, month and year that passes, only gain Life, Texture and Body when they are felt by our Soul🌟

When the Astrological complex sacred geometry touches the Soul, its initiation content and illuminating clearness breaks up in Feeling, in Understanding, in Resignified energy; Water is heated by the Light of Understanding and performs its mysterious alchemy that releases from our water molecules all its karmic burden, and reveals the subtle structures of Consciousness that remake and heal our DNA with the gentle lap of our healed emotions 🌟

A transmuted Moon becomes a Portal to Universal Sun Portal, to the feeling of Inner Peace, to the opening for Life’s Mystery, for the Dharma and the Light that wants to be shared 🌟

Our enchanted Path forwards us to meet the Present moment, the Magic epiphanic of Here and Now, as the recognition of our Hidden Blessings, the daily Gratitude, pure Simplicity of each day. However, to fully experience the Present moment we need to understand the waters of our Past, releasing its weight and density, resizing its importance and integrating its Wisdom 🌟

With this regained Freedom we gain the Strength, Sensitivity and Clarity for Dreaming, Feeling and Project our future, which it’s drawn on the Contemplation and Acceptance of the Wise Choices of Today, which actually form the Tomorrow’s Vision 🌟

Astrology is an Universal Logos tool. It reverberates stories from the stars and illustrates the dynamic proposals for our Growth and Personal Evolution, bringing us to Now through deep understanding of its guiding light Language, is a Celestial Compass for the understanding of our Cycles, thr internal and external Times of our Divine and Mundane Life 🌟

We must Cherish and Adore the Lightness, the Relief and Comfort that its knowledge brings to us 🌟🙏

Michele Pó 🌺

https://micheleposite.wordpress.com/consulta-de-astrologia-intuitiva/

Longevidade: do Auto-Cuidado à Auto-Mestria

Amrita é uma palavra em sânscrito que significa elixir da longa vida, seiva ou néctar sagrado da imortalidade, e relaciona-se de forma geral com o conceito do prolongar da vida de forma saudável, plena e sobretudo amorosamente grata e feliz.

Ayurveda, com o grande condão que traz de transformar e regenerar o nosso quotidiano, é um amrita; ela enaltece os pequenos hábitos da nossa rotina diária (dina charya) como as pérolas que nutrem e qualificam a vibração do nosso corpo. O conjunto de todas as práticas quotidianas edificam a excelência da nossa estrutura, tanto física como psico-emocional, e enaltecem, constroem e compõe os pequenos (grandes) passos que abrem o nosso caminho, crescimento e evolução espiritual.

CONSTITUIÇÃO DE NASCIMENTO | PRAKRITI

Sem conhecermos quem somos, com que ritmo bate o nosso coração, e de forma digere e absorve o nosso corpo os nutrientes que ingerimos ao longo do dia, sentimos de forma mais marcada a adversidade e os obstáculos do nosso quotidiano, porque faltam-nos as ferramentas para lidarmos com os nossos desafios quotidianos.

Muito para lá de ser apenas uma filosofia medicinal, a Ayurveda é uma sábia doutrina do autoconhecimento. Quando regulamos os nossos hábitos em função do conhecimento da vibração singular do nosso corpo, a oportunidade de entrarmos facilmente em sincronia connosco mesmos fica amplificada. A compreensão da nossa constituição individual abre o o caminho para uma mais simples integração de pequenas rotinas conscientemente sintonizadas com as necessidades particulares do nosso corpo.

MEDITAÇÃO E MANTRATERAPIA

A atual física quântica expressa, de forma muito resumida, que nós somos matéria em vibração. Compreende-se no hermetismo que o universo é mental. Na filosofia védica, o cuidado com a saúde e o equilíbrio da mente é uma parte fundamental e intrínseca do nosso desenvolvimento pessoal, e faz parte da rotina diária higienizarmos a nossa mente, tal como banhamos o nosso corpo. A mente, como esta lente através da qual vemos a vida, traz o desafio de se saturar de informação, a maior parte dela obsoleta, e que nós empacotamos no nosso mental em vez de a descartarmos diariamente.

Por armazenarmos tanta informação desnecessária perdemos a clareza que precisamos para nos observarmos. A meditação regular é uma forma simples de promoção da confiança na nossa própria fluidez e estrutura mental, e edifica uma inteligência mais abrangente e subtil.

Quando à prática da meditação regular adicionamos a mantraterapia, acionamos a capacidade e a vontade de sublimarmos a nossa mente, e de mantermos um elevado estado de vibração interna. O som é a ferramenta primordial da Criação, e a ele subjaz a potencialidade de conduzirmos eficazmente a nossa intenção de uma vida pródiga e feliz.

DIGESTÃO E ASSIMILAÇÃO

Cada um de nós digere a vida de forma diferente. Cada um de nós assimila conteúdos de modo distinto. O mesmo ressoa no nosso corpo. Todos os corpos vibram forma única. Isto implica que precisamos de aceitar que nem todas as pessoas podem ingerir o mesmo tipo de alimentos (e de pensamentos e emoções), com a mesma facilidade, e com a mesma velocidade.

A digestão é das funções mais relevantes do nosso corpo, já que ela dita a eficiência do funcionamento de outros sistemas, intervém diretamente na estabilidade da nossa mente, na homeostase do organismo e na gestão dos recursos energéticos do corpo, impactando a nossa disponibilidade para desfrutarmos a vida, a nossa capacidade de atenção, e o nosso progresso espiritual.

Na Ayurveda, o Vata digere de forma instável, o Pitta metaboliza rápida e ardentemente, e o Kapha perde-se na sua lentidão. De qualquer forma, estes padrões são ainda assim gerais, e existem muitos fatores que intervém na qualidade da digestão, e muitas particularidades que condicionam a nossa capacidade de assimilação, nomeadamente a hora da refeição, a estação do ano, a hereditariedade, a geografia (a nossa localização), os hábitos arraigados, entre outros fatores.

Somos acima de tudo aquilo que temos a capacidade de assimilar, já que aquilo que absorvemos e processamos passa a fazer parte da nossa identidade vibracional, das nossas ideias, da nossa postura na vida.

AYURVEDA E ALIMENTAÇÃO

Se a digestão é tão fundamental para a compreensão da nossa individualidade, a construção da mesma depende muitos dos alimentos que escolhemos ingerir. Para lá de serem nutrientes, os alimentos são informação vibracional; eles carregam a história de quem os cultivou, processou, cozinhou, e toda essa manancial de dados energéticos penetram a nossa corrente sanguínea tal como integram as nossas impressões mentais.

Na Ayurveda, cada um dos humores carece de um tipo de alimentação específica que se adeque à sua constituição, à temperatura habitual do corpo, ao seu ritmo de processamento, às necessidades nutritivas particulares, entre outros fatores.

Quando nos permitirmos organizar uma estrutura de rotina nutricional que favorece o funcionamento do nosso corpo, as nossas escolhas alimentares constituem então a base da eficácia dessa proposta de auto-reconstrução, e compreendermos que a terapia alimentar mais adequada ao nosso corpo agiliza a integração de todos as outras dimensões da nossa Vida.

CICLOS E RITMOS NA AYURVEDA

Uma das Leis Herméticas diz que tudo é cíclico. A estrutura terapêutica da Ayurveda confirma e corrobora esta afirmação, e por isso mesmo, todas as rotinas são construídas em função da dimensão do Tempo, e da sua cadência.

Independentemente do ritmo que a vida atual nos impõe, a Natureza, e o nosso corpo – que é a Natureza a vibrar em nós – tem um ritmo próprio. Existem ciclos corporais naturais de metabolização de alimentos, emoções, pensamentos, toxinas; existem ritmos de sono, ritmos de fecundação, até o ritmo do nosso pulso altera-se de acordo com a hora, o momento do dia, a estação do ano, e, contudo, sempre em sintonia com o pulsar da Mãe Terra. Muitos dos desequilíbrios surgem precisamente pela inexistência de ritmo, e por uma desatenção instalada em relação ao pulsar da Vida no nosso corpo. Quando estamos dessincronizados adquirimos outro ritmo de vida, que entra em resistência com a cadência do pulsar da Terra. Dormir demasiado tarde, ou durante o dia. Comer fora do horário das refeições. Falhar a hora ideal para evacuar, e/ou conter a urina. Estes são alguns dos exemplos de como podemos facilmente desequilibrar-nos.

Para além do ritmo da alimentação, existem rituais da manhã e do sono, e os ritmos de desintoxicação que acompanham os ciclos da natureza e as suas estações, e o compasso entre o comer e o sabiamente jejuar.

Existem horas adequadas para a ingestão de cada alimento, assim como existem estações do ano, e corpos que melhor os absorvem. Tudo na Ayurveda é uma dança harmoniosa ou descompassada, dependendo da frequência com que seguimos as orientações naturais do organismo e a inteligência do nosso corpo.

BELEZA, COSMÉTICA E AUTOMASSAGEM

Na Ayurveda, a beleza é uma vibração intrínseca ao perfeito estado de saúde, podendo ser considerada um sinónimo do nosso estado de equilíbrio e bem-estar. É belo o corpo que emana a sua homeostase, que está em sintonia com a sua matriz, que reverbera com a sua constituição e que flui com a cadência da vida.

A cosmética na Ayurveda é uma ampliação do conceito de saúde, prevenção e autocuidado. Procura-se em todos os produtos aplicados que os seus nutrientes e a sua emanação energética seja integrada na nossa própria vibração. Os cuidados da cosmética são também um treino do tempo, da paciência, do saber parar, e contribuem em muito para o amor-próprio e a autoestima. Todos os pequenos momentos em que observamos as necessidades deste nosso Templo-Corpo, e providenciamos o seu preenchimento, sentimos a abertura para a plenitude e para a satisfação na vida.

A automassagem é uma melhores expressões do amor-próprio. O nosso corpo aprecia ainda mais uma massagem feita por nós mesmos, já que para a sua execução a nossa atenção fica totalmente focada em todos os nossos pequenos pormenores: a intensidade e a pressão do toque que precisamos em determinadas partes do corpo, e que só nós podemos realmente sentir; a suavidade ou aspereza da nossa pele e o cuidado que necessita para ficar nutrida (lembrando que a pele é o nosso maior órgão e representa também os nossos limites que carecem de atenção e proteção); as fragrâncias que mais preenchem a nossa energia e que mais nos trazem a sensação de leveza e bem-estar; o ritmo e a frequência da massagem.

Parecendo carecer de profundidade, todos os nossos rituais de auto-nutrição e de cuidados estéticos fomentam a sensação de bem-estar e abrem caminho para uma maior ressonância com a nossa Essência.

AUTOMESTRIA COM A AYURVEDA

Quanto mais tomamos consciência de quem somos, mais percebemos que as grandes conquistas se fazem nos pequenos passos, na resiliência rotineira, nas mínimas e singulares mudanças de hábitos que transformam a direção completa da nossa Vida.

A nossa automestria está substanciada no nosso Autoconhecimento, e nas práticas diárias que nutrem o nosso crescimento como pessoas, o nosso desenvolvimento pessoal, a nossa evolução. Quando integramos a plenitude da rotina diária ayurvédica, ela torna-se o nosso amrita, o nosso elixir da longevidade, e conduz-nos com simplicidade e perseverança à nossa automestria espiritual, cumprindo o propósito com que foi criada e estabelecida.

Michele Pó 🌺

https://mood.sapo.pt/longevidade-do-autocuidado-a-automestria/

A Lua e a Criança Interior 🌟 The Moon and the Inner Child

Jennifer Wolfe

Todas(os) nós carregamos dentro de nós o arquétipo da Criança Interior; ela alude à parte de nós que procura manter a alegria, a jovialidade, a inocência, e pode ter uma intervenção muito genuína e positiva na nossa vida trazendo-nos leveza e capacidade de espanto, representando a parte de nós que só quer ser Criança, livre, criativa, espontânea e pura, sendo responsável pela vivência saudável dos aspectos mais alegres da nossa personalidade quando já está liberta de todo o seu condicionamento e peso emocional 🌟

A Criança Interior guarda toda a nossa bagagem emocional circunscrita aos confins das nossas profundas e dolorosas águas, no nosso bunker emocional, e fechada na sua cápsula do tempo, em que os padrões emocionais impedem-nos de crescer e tornam-se quase eternos. A Criança Interior pode tornar-se um dos aspectos mais densos e pesados da nossa personalidade, revelando as partes de nós mais sombrias, as que mais carecem de Luz, Amor e Colinho 🌟

Na Astrologia ela surge associada à Lua, aos nossos vazios e carências, à vontade de permanecermos crianças e de termos quem cuide de nós de alguma forma, e embora a Lua remeta para a nossa infância, a sua dimensão extende-se para a expressão de todo o nosso desconforto emocional ao longo da vida, surgindo como uma das dimensões do nosso ego, talvez a mais dramática e desnutrida que procura constantemente segurança e protecção 🌟

Existem várias nomenclaturas e formas de descrever as diferentes facetas da Criança Interior e as diferentes crenças limitadoras que vimos resolver. Astrologicamente, surgem doze variantes da Criança Interior que pedem para ser compreendidas e superadas de forma a encontrarmos um estado de plenitude, satisfação e preenchimento 🌟

A Criança órfã, traz consigo a dor e a crença limitadora do abandono, pelo que procura tornar-se independente assim que cresce. Tem muitas vezes uma infância solitária, e por vezes viveu o abandono literal, tendendo a ser autodidacta e compenetrada em vencer os seus medos. Sentindo-se indigna de receber Amor procura isolar-se, e restringe muito a abertura ao universo social. Por outro lado, pode procurar arduamente encontrar uma família substituta para compensar a sua sensação de isolamento, e pode tornar-se uma people pleaser, com medo de ficar novamente sozinha. Este é o arquétipo associado a uma Lua em Capricórnio, e tem alguns traços que podem aparecer por complementaridade na Lua em Caranguejo 🌟

A Criança ferida pode ser sido alvo de muitos abusos físico e emocionais ao longo das suas vidas. Quando trabalhado, este arquétipo é responsável por despertar a Compaixão, e surge facilmente na personalidade daqueles que procuram ajudar os outros de alguma forma já que compreendem o que é passar por dores intensas. Tende a atrair relações abusivas e precisa de ultrapassar a decisão limitadora da submissão e da vitimização. Este arquétipo surge facilmente associado à Lua em Peixes, Lua em Balança, Lua em Virgem e Lua em Escorpião 🌟

A Eterna Criança, ou também chamado de Síndrome de Peter Pan aparenta uma eterna jovialidade, evitando crescer e assumir responsabilidades, procurando continuamente o lado lúdico, divertido e juvenil da vida. Tendem a ser muitos dependentes e a procurarem ter quem cuide de si, nutrindo a crença limitadora da incapacidade e o medo da independência e da liberdade, aparecendo com diferentes nuances na Lua em Caranguejo, na Lua em Gémeos e na Lua em Aquário 🌟

A Criança Mágica observa o mundo através de uma lente cor de rosa, é uma sonhadora que vê em tudo um mundo de possibilidades, acreditando que tudo é possível. Procura a beleza, o espanto e a maravilha em todas as coisas. Quando em desequilíbrio a sua visão torna-se turva e negra e tende a estados depressivos e pessimistas, desacreditando tudo o que viam de bom antes. Tendem à inércia, procrastinação e ao escapismo através de jogos, livros, filmes, e até mesmo drogas quando o desânimo ganha terreno na sua vida, e encaixa muito no arquétipo da Lua em Peixes, e eventualmente alguma sombra da Lua em Sagitário 🌟

A Criança Divina ou Criança Salvadora/Protetora surge associada a uma dimensão mística e parassensível, e trazem uma forte tónica de pureza e inocência perante a Vida. Sente-se muitas vezes incapaz de se defender da sua sombra, e podem descontrolar-se facilmente. Procura arduamente resgatar os outros ao seu redor na procura de curar a sua própria vulnerabilidade, especialmente da infância. Vê os outros como indefesos, incapazes e dependentes e o seu amor e auto-estima derivam de estar numa posição de poder. Acredita que a única forma de receber amor é ajudar os outros, concentrando-se nos seus desejos e necessidades e ajudando a resolver os seus problemas. Trazem a crença limitadora do Salvador, e apesar de se sentirem indefesas facilmente chegam-se à frente para defender os outros. Este arquétipo tem muitos traços da Lua em Peixes, e também encaixa em alguns aspectos da Lua em Sagitário e da Lua em Leão 🌟

A Criança Zeladora  traz normalmente uma dinâmica codependente. Ganha um senso de identidade e auto-estima ao negligenciar as suas próprias necessidades. Acredita que a única maneira de receber amor é atender aos outros e ignorar as suas próprias necessidades. Traz a crença limitadora da desvalorização Pode surgir na Lua em Carneiro, na Lua em Balança, e eventualmente na Lua em Touro🌟

A Criança Sobredotada sente-se vista, ouvida e valorizada por meio do sucesso e da realização. Precisa da validação externa como forma de lidar com a sua baixa autoestima. Acredita que a única forma de receber amor é através do fazer e da realização. Surge no arquétipo da Lua em Leão, da Lua em Carneiro e da Lua em Capricórnio 🌟

A Criança Subdotada mantém-se pequena, invisível e vive abaixo de seu potencial devido ao medo da crítica, do julgamento ou vergonha do fracasso. Sai do jogo emocional antes mesmo de ser jogado. Acredita que a única maneira de receber amor é ficar invisível. Surge no arquétipo da Lua em Virgem, da Lua em Balança e em alguns aspectos da Lua em Leão 🌟

A Criança Brilhante é a Criança bem-disposta, cómica, sempre feliz e alegre que nunca mostra dor, fraqueza ou vulnerabilidade. É provável que esta Criança Interior tenha sido envergonhada pela sua emocionalidade e vulnerabilidade. Acredita que a única maneira de se sentir bem e receber amor é garantir que todos ao seu redor estejam felizes. Traz a crença limitadora da vulnerabilidade e fragilidade. Existem traços da Lua em Leão, Lua em Aquário e da Lua em Sagitário 🌟

A Criança Deslimitada deixa tudo e negligencia todas as suas necessidades em prol do serviço dos outros. Provavelmente foi modelo de auto-sacrifício na infância e envolvida em padrões de codependência e submissão profundos, assim como a Criança Zeladora. Acredita que a única forma de receber amor é ser bom e altruísta. Traz a crença limitadora da boazinha. Aparece na Lua em Virgem, na Lua em Peixes, na Lua em Balança 🌟

A Criança sem Luz precisa de ter uma pessoa ou um guru para seguir. Provavelmente emerge da observação da sua incapacidade e do enaltecimento das capacidades sobre-humanas nos outros. Traz a crença limitadora da auto-exigência. Acredita que a única maneira de receber amor é rejeitar as suas próprias necessidades e desejos e ver os outros como um modelo para aprender a viver. Surge na Lua em Capricórnio, e também pode surgir na Lua em Virgem e na Lua em Balança 🌟

A Criança Controladora precisa de se sentir segura, e procura manipular tudo à sua volta para sentir-se protegida. Provavelmente interiorizou que só era desejável se fosse bem comportada. Traz a crença limitadora do controlo e surge na Lua em Escorpião 🌟

A Criança Desvalorizada procura agradar e encontrar o seu valor mostrando-se capaz perante os outros. Por outro lado, faz tudo em esforço, pode ser muito preguiçosa e tem pouca noção do que tem ou não valor na Vida. Isso torna-a insegura e procura guardar o que tem valor para si tornando-se acumuladora e possessiva. Tem muito medo da perda. Este arquétipo surge na Lua em Touro e também na Lua em Escorpião 🌟

Cada arquétipo da Criança Interior é resultado de vivências desafiantes às quais procuramos sobreviver, encontrando estratégias muitas vezes obsoletas, desenhadas à luz dos olhos da nossa Criança em mágoa e desespero. Estas crenças limitadoras deram contornos definidos e conforto à nossa Criança Interior, e contudo, também criaram as limitações que nos impedem de sermos quem somos 🌟

O nosso caminho evolutivo convida-nos a observarmos as nossas narrativas, firmemente entrelaçadas na forma como vemos tudo e todos ao nosso redor, e a desbloquearmos o poder que lhes damos, reparentalizando a nossa Criança Interior, e assim abrindo espaço para os nossos saltos de Fé, os nossos upgrades emocionais e a conquista da nossa maturidade emocional 🌟

Michele Pó 🌺

We all carry the Inner Child archetype within us; it alludes to the part of us that seeks to maintain joy, joviality, innocence, and can have a very genuine and positive intervention in our lives, bringing us lightness and capacity for amazement, representing the part of us that just wants to be a Child, free, creative, spontaneous and pure, being responsible for the healthy experience of the most joyful aspects of our personality when it is already free from all its conditioning and emotional weight 🌟

The Inner Child keeps all our emotional baggage packed into the confines of our deep and painful waters, in our emotional bunker, and closed in its time capsule, where emotional patterns prevent us from growing and maintain us in a almost eternal emotional loop. The Inner Child can become one of the densest and heaviest aspects of our personality, revealing the darkest parts of us, the ones that most lack Light, Love and Lap 🌟

In Astrology, it appears associated with the Moon, with our voids and needs, with the desire to remain a child and to have someone to take care of us in some way, and although the Moon refers to our childhood, its dimension extends to the expression of all our emotional discomfort throughout life, emerging as one of the dimensions of our ego, perhaps the most dramatic and malnourished that constantly seeks safety and protection 🌟

There are various nomenclatures and ways of describing the different facets of the Inner Child and the different limiting beliefs that we have come to resolve. Astrologically, there are twelve variants of the Inner Child that ask to be understood and overcomed in order to find a state of fullness, satisfaction and fulfillment 🌟

The Orphan Child brings with it the pain and limiting belief of abandonment, so it seeks to become independent as soon as it grows up. It often has a lonely childhood, and has sometimes experienced literal abandonment, tending to be self-taught and committed to overcoming its fears. Feeling unworthy of receiving Love, it seeks to isolate itself, and greatly restricts its opening to the social universe. On the other hand, it may try hard to find a surrogate family to compensate for its sense of isolation, and it may become a people pleaser, afraid of being alone again. This is the archetype associated with a Moon in Capricorn, and it has some traits that can appear by complementarity in the Moon in Cancer 🌟

The Injured Child can be the target of many physical and emotional abuses throughout its lives. When worked on, this archetype is responsible for awakening Compassion, and it easily appears in the personality of those who seek to help others in some way as they understand what it’s like to go through intense pain. Tends to attract abusive relationships and needs to overcome the limiting decision of submission and victimization. This archetype is easily associated with the Moon in Pisces, Moon in Libra, Moon in Virgo and Moon in Scorpio 🌟

The Eternal Child, or also called Peter Pan Syndrome, appears to be eternally jovial, avoiding growing up and taking on responsibilities, continually looking for the playful, fun and youthful side of life. They tend to be very dependent and look for someone to take care of themselves, nurturing the limiting belief of disability and the fear of independence and freedom, appearing with different nuances in the Moon in Cancer, the Moon in Gemini and the Moon in Aquarius 🌟

The Magic Child observes the world through a rose-colored lens, is a dreamer who sees a world of possibilities in everything, believing that everything is possible. It looks for beauty, awe and wonder in all things. When unbalanced, its vision becomes blurred and black and tends to depressive and pessimistic states, discrediting everything good that they saw before. They tend to inertia, procrastination and escapism through games, books, movies, and even drugs when discouragement gains ground in their life, and fits very well into the archetype of the Moon in Pisces, and eventually some shadow of the Moon in Sagittarius 🌟

The Divine Child or Savior/Protective Child appears associated with a mystical and parasensitive dimension, and brings a strong tonic of purity and innocence towards Life. They often feel unable to defend themselves from their shadow, and they can easily get out of control. It tries hard to rescue others around it in an attempt to heal its own vulnerability, especially from childhood. It sees others as helpless, incapable and dependent and its love and self-esteem derive from being in a position of power. It believes that the only way to receive love is to help others, focusing on their wants and needs and helping to solve their problems. They bring the limiting belief of the Savior, and despite feeling helpless, they easily come forward to defend others. This archetype has many traits of the Moon in Pisces, and also fits some aspects of the Moon in Sagittarius and the Moon in Leo 🌟

The Caretaker Child usually brings a codependent dynamic. It gain a sense of identity and self-esteem by neglecting their own needs. It believes that the only way to receive love is to serve others and ignore its own needs. It brings the limiting belief of devaluation. It can appear on the Moon in Aries, on the Moon in Libra, and eventually on the Moon in Taurus 🌟

The Gifted Child feels seen, heard and valued through success and achievement. It needs external validation as a way of dealing with its low self-esteem. It believes that the only way to receive love is through doing and achieving. It appears in the archetype of the Moon in Leo, the Moon in Aries and the Moon in Capricorn 🌟

The Ungifted Child remains small, invisible and lives below its potential due to fear of criticism, judgment or shame for failure. Get out of the emotional game before it’s even been played. Believes that the only way to receive love is to become invisible. It appears in the archetype of the Moon in Virgo, the Moon in Libra and in some aspects of the Moon in Leo 🌟

The Bright Child is the cheerful, comical, always happy and cheerful Child who never shows pain, weakness or vulnerability. It is likely that this Inner Child was embarrassed by its emotionality and vulnerability. Believes that the only way to feel good and receive love is to make sure everyone around it is happy. It brings the limiting belief of vulnerability and fragility. There are traits of the Moon in Leo, Moon in Aquarius and the Moon in Sagittarius 🌟

The Unlimited Child leaves everything and neglects all its needs for the service of others. It had probably a childhood model of self-sacrifice and involved in deep patterns of codependency and submission, much like the Caretaker Child. Believes that the only way to receive love is to be good and selfless. It brings the limiting belief of the good girl/boy. Appears on the Moon in Virgo, on the Moon in Pisces, on the Moon in Libra 🌟

The Lightless Child needs a person or a guru to follow. It probably emerges from the observation of their incapacity and the enhancement of the superhuman abilities in others. It brings the limiting belief of self-demand. Believes that the only way to receive love is to reject its own needs and desires and see others as a model for learning to live. It appears on the Moon in Capricorn, and it can also appear on the Moon in Virgo and the Moon in Libra 🌟

The Controlling Child needs to feel safe, and seeks to manipulate everything around them in order to feel protected. It probably internalized that it was only desirable if it was well behaved. Brings the limiting belief of control and appears on the Moon in Scorpio 🌟

The Undervalued Child seeks to please and find its worth by showing itself capable in front of others. On the other hand, it does everything in effort, can be very lazy and has little idea of what is or is not valuable in life. This makes it insecure and it tries to keep what is valuable to it, becoming accumulating and possessive. It is very afraid of loss. This archetype appears on the Moon in Taurus and also on the Moon in Scorpio 🌟

Each Inner Child archetype is the result of challenging experiences that we try to survive, finding strategies that are often obsolete, designed in the light of our griefed and despaired Child’s eyes. These limiting beliefs gave our Inner Child defined contours and comfort, and yet, they also created the limitations that prevent us from being who we are 🌟

Our evolutionary path invites us to observe our narratives, tightly intertwined in the way we see everything and everyone around us, and to unlock the power we give them, making room for our leaps of Faith, our emotional upgrades and the conquest of our emotional maturity 🌟

Michele Pó 🌺

Primeira Meditação na Casa do Ser 🌟😊🙏

Ontem foi assim ❤🧡💛🌟

É um privilégio poder voltar a partilhar presencialmente estes momentos de grande Ligação e de Cura profunda 🌟

Tão grata ao espaço que me recebe e às Presenças que compõem o bouquet de flores que ajudam a sanar e equilibrar este nosso cantinho do Universo 🌟🙏

Cicatrizes e Bênçãos Ocultas na travessia do Curador ferido 🌟 Scars and Hidden Blessings in the path of the wounded warrior

Paciência = Sucesso 😊😁

Para honrarmos as dores da nossa Alma somos convidadas(os) a enaltecê-las como marcas de superação, como desafiantes paisagens emocionais conquistadas, como inerentes símbolos e chagas da Auto-Revelação da Sabedoria, da Luz e da Consciência 🌟

O nosso corpo emocional carrega na sua osmótica e plasmática estrutura vibracional todas as memórias de quando, nesta e noutras vidas, nos sentimos magoadas(os), feridas(os), esquecidas(os), abandonadas(os); ele reverbera no trauma, na culpa imensa, na tristeza profunda inscritas, modeladas e condicionadas nas nossas moléculas de Água; o corpo emocional guarda as cicatrizes, os cortes, os golpes extensos e dolorosos do medo, da ansiedade, da raiva que sentimos e emanamos, os equívocos do nosso ego 🌟

Caminhamos tanto tempo com esta armadura de água dorida e estagnada, que na estratégia obsoleta da nossa Criança Interior, só nos ocorre selá-la, contê-la, mascará-la e maquiá-la com base, blush e sombras coloridas, escondê-la sob a fragrância intensa de um perfume, que oculta o seu odor pesaroso, e de protegê-la com comportamentos desviados de arrogância, irritação, violência e agressão, para que ninguém veja, sinta ou perceba o mar de perdição, o oceano de dor onde andamos à deriva, e que nos recusamos a atravessar e enfrentar por medo de não sermos suficientes, de não merecermos ser amadas(os), de não nos permitirmos perdoar-nos e às nas nossas fragilidades 🌟

Porém, nós já nascemos com a Cura, com o Néctar regenerador, com o elixir da longa Vida bem guardado no centro do nosso Coração, com o aroma perfumado e terapêutico exalado pela Rosa luminosa florida no nosso peito, já nascemos com todo o potencial revitalizante e sanador do nosso Amor-Próprio a clamar, a pedir para ser ativado e benfazejamente irradiado dentro e fora de nós 🌟

Buscamos tantas vezes esse Amor lá fora, no Mundo, nos outros, no trabalho, nas relações, que deixamos de observar o óbvio, o calmamente evidente e inerente à nossa natureza humana, deixamos de ver e sentir o nítido propósito da nossa Existência, desconectamo-nos e desligamo-nos da nossa Essência celestial e naturalmente divina, e esquecemo-nos da missão de resgate do nosso Sagrado Coração, da sublime tarefa de recuperação, sanação e abertura da nossa Alma 🌟

Quando damos corajosamente a mão à nossa Criança Interior, abraçamos a nossa Sombra, descortinamos o seu imenso poder e força interior, salvamo-nos da ilusória solidão, resgatamo-nos do nosso quase eterno abandono de nós mesmas(os), e revelamos a nossa Pureza e a nossa Presença, cosemos e suturamos as nossas feridas, permitimo-nos ao bálsamo das lágrimas que curam, que exprimem a vulnerabilidade que nos torna humanos, e escolhemos inequivocamente a exposição da nossa mais casta e singular Centelha Divina 🌟

Transmutados, superados e enfrentados todos os equívocos, libertamos as máscaras do nosso emocional ferido, desvendamos a Bênção Oculta presente desde o início do nosso processo de superação, e ativamos em nós a Graça do curador ferido, daquele que tendo caminhado (aparentemente) sozinho na inóspita paisagem emocional da sua dor consegue transformar as suas águas estagnadas, em pura e transparente água da nascente, água da Vida, rejuvescedora, regenerativa e disponível para ser partilhada, para servir de inspiração a todos os que ainda têm o caminho pela sua dor à sua frente 🌟

Aquilo que eu transmuto, curo e liberto torna-se a Luz, o Sagrado e a Esperança que reparto com os outros 🌟

Este foi e é o honrado trilho do meu curador ferido, a Dádiva amorosa que recebi da Vida como fruto da Audácia de enfrentar-me e que corajosamente comunico e partilho 🌟

Michele Pó 🌺

Trilho encantado da Auto-Aceitação 🤗🌟🧡

To honor our Soul pains we are invited to praise them as marks of overcoming, as challenging emotional landscapes conquered, as symbols and wounds of inherent Self-Revelation of Wisdom, Light and Consciousness 🌟

Our emotional body carries in its osmotic and plasmatic vibrational structure all the memories of when, in this and other lives, we felt hurt, wounded, forgotten, abandoned; it reverberates in trauma, immense guilt, deep sadness inscribed, shaped and conditioned in our Water molecules; the emotional body keeps the scars, the cuts, the extensive and painful blows of fear, anxiety, anger that we feel and emanate, the misconceptions of our ego 🌟

We walk so long with this armor of painful and stagnant water, that in the obsolete strategy of our Inner Child, only it occurs to seal it, contain it, mask it and make it up with foundation, blush and colored shadows, hide it under the intense fragrance of a perfume, which hides its regretful odor, and to protect it with diverted behaviors from arrogance, irritation, violence and aggression, so that no one sees, feels or perceives the sea of doom, the ocean of pain where we adrift, and that we refuse to cross and face for fear of not being enough, of not deserving to be loved, not allowing ourselves to forgive ourselves and our weaknesses 🌟

However, we were already born with the Cure, with the regenerating Nectar, with the elixir of long life well kept in the center of our Heart, with the fragrant and therapeutic aroma
exhaled by the Luminous flowery Rose in our chest, we are already born with all the revitalizing and healing potential of our Self-Love crying out, asking to be activated and benevolently radiated inside and outside of us 🌟

We seek so many times that Love out there, in the World, in others, at work, in relationships, that we fail to observe the obvious, the calmly evident and inherent to our human nature, we fail to see and feel the clear purpose of our Existence, we disconnect from our heavenly and naturally divine Essence, and we forget the mission to rescue our Sacred Heart, the sublime task of recovery, healing and opening our Soul 🌟

When we courageously hold our Inner Child’s hand, we embrace our Shadow, we unveil its immense power and inner strength, we rescue ourselves from the illusory loneliness, we rescue ourselves from our almost eternal abandonment from ourselves, and we reveal our Purity and our Presence, we sew and suture our wounds, we allow ourselves the balm of the tears, healing tears that express the vulnerability that makes us human, and we unequivocally choose the exposure of our most chaste and singular Divine Spark 🌟

Transmuted, overcomed and faced all misconceptions, we release the masks of our wounded emotional, we unveil the Hidden Blessing present since the beginning of our overcoming process, and we activate in us the Grace of the wounded healer, of the one who, having walked (apparently) alone in the inhospitable emotional landscape of his pain, manages to transform its stagnant waters, into pure and transparent spring water, water of Life, rejuveating, regenerative and available to be shared, to serve as an inspiration to all who still have the path through their pain in front of them 🌟

What I transmute, heal and release becomes the Light, the Sacred and the Hope that I can share with others 🌟

This was and is the honored path of my wounded healer, the loving Gift I received from Life as a result of the Audacity to face myself and which I courageously communicate and share 🌟

Michele Pó 🌺

Festival de Vesak 🌟 Wesak Festival

O próximo Festival de Vesak ocorre no próximo dia 16 de Maio, pelas 05h14m em Lisboa, aquando da Lua Cheia de Touro, momento em que se celebra a Iluminação e Ascensão do Senhor Buda, e por isso, considerado o dia de maior fluidez espiritual no planeta 🌟

O vale de Wesak nos Himalaias é o Templo natural que recebe a grande reunião de Discípulos, Iniciados, Mestres Ascensos presidida pelo Senhor Buda Maitreya e acompanhada pelos Chohans e os Senhores dos Sete Raios, e a que comparecem milhares de Seres de Luz de todas as partes do Universo, e que vêm derramar Luz e Amor sobre Gaia e receber todos os seres humanos que têm resilientemente realizado o seu trabalho interior e estão prontos para concretizarem o seu processo de Ascensão 🌟

No Festival de Vesak celebra-se a Luz, o Serviço, a Entrega ao trabalho do Sagrado Coração e a vibração da Paz Interior potencializando todos os processos que ativem o Amor e a Compaixão dentro de nós, e no Planeta 🌟

É o momento ideal para uma reunião, uma convergência amorosa numa Meditação ou Sintonização espiritual para entrarmos em fluidez e consonância com todo o fluxo de Luz, Amor e Paz que são emanados sobre toda a Terra 🌟

Preparemos os nossos Corações para todas estas bençãos 🌟🙏

Michele Pó 🌺

The next Vesak Festival will take place on the 16th of May, at 5:14 am in Lisbon, during the Taurus Full Moon, when the Enlightenment and Ascension of the Lord Buddha is celebrated, and therefore, considered the day of greatest spiritual fluidity in the planet 🌟

The Wesak Valley in the Himalayas is the natural temple that receives the large gathering of Disciples, Initiates, Ascended Masters chaired by Lord Buddha Maitreya and accompanied by Chohans and the Lords of the Seven Rays, attended by thousands of Beings of Light of all parts of the Universe that come pouring Light and Love on Gaia and receive all human beings who have performed resiliently their inner work and are ready to realize their Ascension process 🌟

On Vesak Festival is celebrated the Light, the Service and Surrender to the work of the Sacred Heart and the vibration of Inner Peace leveraging all processes that activate Love and Compassion within us, and the planet 🌟

It’s the ideal time for a meeting, a loving convergence in meditation or spiritual tuning to get in line and harmony with the entire Light, Love and Peace flow which are issued upon the whole earth 🌟

Let us prepare our hearts for all these blessings 🌟🙏

Michele Pó 🌺